Cada Minuto

buscar

Maceió

assine RSS

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Dia de Finados leva multidão aos cemitérios de Alagoas

Feriado levou famílias a visitarem túmulos de parentes e amigos

Durante toda essa segunda-feira, várias famílias procuraram os cemitérios de Alagoas a fim de visitarem os túmulos de parentes e amigos.

O movimentação foi maior nos cemitérios Parque das Flores localizado no bairro do Canaã e São José e Nossa Senhora da Piedade no bairro do Trapiche da Barra, todos em Maceió e no Cemitério Pio XII, situado no bairro Cavaco na cidade de Arapiraca, no Agreste de Alagoas.

As pessoas aprovetaram o dia para fazerem preces e deixar flores e acender velas em homenagem a entes queridos. Alguns cemitérios ainda oferecem como opção a celebração de missas em várias horas do dia.

Seguindo critérios estabelecidos pela Prefeitura de Maceió, comerciantes de flores, velas e até pessoas dispostas a fazerem limpeza dos túmulos eram encontradas facilmente na porta dos cemitérios.

A estimativa é que cerca de 200 mil pessoas visitaram os campos santos de Maceió.

Em cemitérios como os das cidades de São Miguel dos Campos, Rio Largo, Satuba, União dos Palmares, Santana do Ipanema e de Delmiro Gouveia a movimentação também foi intensa, principalmente no período da manhã.

Em Arapiraca a polícia foi chamada ao cemitério após funcionários do local constatarem que um grupo de desconhecidos invadiu o campo santo onde quebraram cruzes e lápides.

Em alguns túmulos foram deixados taças e copos vazios de aguardente. Ninguém foi preso.

 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Filho de empresária é agredido a tesouradas pela irmã em Shopping de Maceió

Samuel Azevedo é filho da Zey cabeleireira, que faleceu no último sábado

 

Uma discussão entre irmãos, ocorrida no Shopping Maceió, no final desta manhã, deixou ferido Samuel Azevedo,30. Ele foi agredido a tesouradas dentro do salão da sua mãe, a empresária do ramo de Coiffeur, Josefa Costa de Azevedo, a Zey cabeleireira, 60, que faleceu em um acidente na noite de sábado, 1.

O cabo Gilvan, da Rádio Patrulha (RP) relatou que ao chegar no local as pessoas se recusaram a dizer o nome dos envolvidos e a falar sobre o assunto. "Tivemos a informação de que a irmã furou o rapaz no pescoço com uma tesoura", contou.

De acordo com informações, a agressão aconteceu devido a herança deixada pela empresária. O rapaz foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) onde passa por cirurgia. Ele não corre risco de morte.


 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Juiz determina mudança de local para o julgamento de Francisco Oiticica

Ele é réu confesso do assassinato do primo Bernardo Oiticica

Após determinação do juiz da 8ª Vara Criminal de Maceió, José Braga Neto, o local para o julgamento de Francisco Oiticica Quintela Cavalcanti, réu confesso do assassinato do primo, Bernardo Oiticica, que aconteceria no auditório da Escola Superior da magistratura (Esmal) foi transferdo para o Edifício onde funciona provisoriamente o Fórum, na Avenida Presidente Roosevelt, no Barro Duro.

A sessão do júri acontecerá nesta terça-feira, ás 8h. O promotor de justiça Flávio Gomes Costa fará a acusação.

Crime

A vítima foi assassinada com três tiros de pistola, no escritório da Usina Santa Clotilde, em Rio Largo, no dia 25 de abril de 2003. Desde então, a família passou a realizar manifestações silenciosas, distribuindo panfletos e clamando por justiça.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Dia de finados movimenta cemitérios em Maceió e Arapiraca

Ambulantes aproveitam o dia de homenagens para faturar dinheiro extra

 Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (02), centenas de pessoas já começaram a visitar os cemitérios públicos e particulares de Maceió e Arapiraca. Na capital, cemitérios como o de São José e o Campo Santo Parque das Flores são os mais movimentados.

Já no maior cemitério do município de Arapiraca, o Pio XII, por volta das 5 horas da manhã ocorreu uma missa no local para homenagear aqueles que se foram.

Segundo o secretário de limpeza e iluminação pública de Arapiraca, Josenildo Souza, a pintura e limpeza dos cemitérios de responsabilidade do município foi realizada um mês antes para receber os visitantes.

No município,  vários caminhões pipas chegaram hoje aos cemitérios, para que familiares podessem realizar a limpeza dos túmulos de seus entes queridos.

O dia também é favorável para os ambulantes, que desejam ganhar um dinheiro extra, vendendo flores, velas, e até lanches. Um deles relatou que pretende vender hoje cerca de 80 caixas de velas.

Em Arapiraca o encerramento das visitas ocorre às 18 horas e haverá às 16 horas a celebração de mais uma missa dirigida pela Concatedral do município.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Após 83 exumações Aposentado segue sem achar corpo do filho

Este é o quinto dia de finados que não tenho o direito de ir onde meu filho está enterrado

O aposentado Sebastião Pereira, 69, que mora em Benedito Bentes, o maior bairro de Maceió, conta que todo dia lembra do filho Carlos Roberto Rocha Santos, 31, assassinado em agosto de 2004. Mas ao contrário da maioria das famílias, neste dia 2 de novembro ele não pode visitar o túmulo do filho. "Já é o quinto dia de finados que não tenho o direito de ir aonde o meu filho está enterrado", lamenta

O problema de Sebastião é que o corpo do seu filho, que era servente de pedreiro, foi enterrado no cemitério Divina Pastora, destinado aos indigentes da capital alagoana. Mas o corpo dele não estava no local indicado, a cova 25 da rua 11.

Segundo o Sebastião, o corpo do filho foi "escondido" pela direção do IML (Instituto Médico Legal) de Maceió na época do crime e por isso ele alega que não pôde reconhecer a vítima a tempo de evitar o enterro como indigente.

"Dois dias depois da morte do meu filho comecei a ir ao IML para saber do corpo, mas nunca me deixaram ter acesso à geladeira. Nem eu, nem meus outros filhos. Somente em 2007 soube que ele tinha sido enterrado como indigente, por meio de uma denúncia anônima. Até então, o IML me negava que o corpo passou por lá", conta. Agora Sebastião está em peregrinação pelos gabinetes das principais autoridades do Estado em busca de apoio para encontrar o filho.

Segundo o aposentado, o mandante do crime - que foi pronunciado pela Justiça - teria sido o então deputado estadual e hoje vereador de Maceió Luiz Pedro, que nega a participação no assassinato.
Na semana passada, Sebastião resolveu protestar publicamente. Ele montou um cartaz com 18 fotos do filho tiradas pelo IML e foi mostrá-las nas ruas de Maceió "em busca de Justiça". "A população precisa saber o que aconteceu com o meu filho. Há cinco anos que eu bato nas portas das autoridades, porque eu quero saber onde estão os restos mortais do meu filho para enterrar ele. E sei que, onde ele estiver, ele está me dando força nessa luta", afirmou, sem esconder a emoção.

O pai ainda conta que, logo que soube do suposto enterro, o então administrador do cemitério chegou a apresentar uma ossada, com o crânio "intacto", como se fosse o filho dele. "O senhor acha que meu filho, que levou quatro tiros de metralhadora na cabeça, teria o crânio intacto? Claro que não. Disse isso a ele. Depois, o IML fez o DNA e descobriu que a cabeça era de um, a perna de outro, e o braço de outro. Nenhum era do meu filho", explicou.

83 exumações sem sucesso
O diretor do IML de Maceió, Kleber Santana, confirma que o local indicado pela então direção do cemitério à época do enterro não corresponde ao ponto correto do sepultamento. "Não tenho a menor ideia onde está o corpo", admitiu.

Santana explica que o IML tem se empenhado nas buscas pelo corpo de Carlos Roberto, que tiveram início em 2007. Até o mês passado, 83 corpos já tinham sido exumados no local. "Nenhum dos corpos exumados se tratava de Carlos", afirmou. Em área, as exumações já representam metade do espaço destinado aos indigentes do cemitério.

Segundo o diretor, uma outra série de exumações será feita nos próximos dias. "Estamos disponibilizando todos os esforços para encontrar esse corpo. É o único \'desaparecido\'. Sempre chamo o Sebastião para que ele acompanhe as exumações e veja que nada está sendo escondido dele. Das seis ruas com indigentes enterrados, já exumamos os corpos de três [ruas]. Outra rua terá os corpos exumados em breve. Vamos fazer essa última tentativa até produzirmos um relatório mais detalhado do caso", disse Santana. "Se a Justiça entender que devemos continuar com as buscas, iremos".

O diretor do IML ainda alega que a explicação para tamanha dificuldade em encontrar o corpo pode estar relacionada à desorganização na catalogação utilizada pela gestão anterior do cemitério e do próprio IML. "Até 2006, o corpo era mandado para o cemitério e pronto. Não havia catalogação por parte do IML e o cemitério enterrava. Era uma situação complicada. Hoje, temos um catálogo com todos os dados dos corpos enterrados", garantiu.

Mesmo sem saber dizer onde está o corpo, o IML conseguiu fazer a perícia que incriminou os executores do assassinato. "Sebastião deve agradecer ao IML, porque foi guardada as cápsulas dos disparos, que para Justiça serviu como prova contra os autores do crime, que foram condenados", afirmou o diretor do IML.

Segundo Sebastião, seu filho foi sequestrado de dentro de casa no dia 11 de agosto de 2004 por quatro pessoas. "Em seguida, foi levado para uma rua deserta no Tabuleiro [periferia de Maceió] e lá o metralharam com 21 tiros", contou.

Para o pai, a denúncia do caso pode custar sua vida. "Estou aqui, mas não sei se vou voltar para casa. Dos quatro assassinos condenados pelo crime, três já estão soltos, prontos para me matar, ou alguém da minha família, ou qualquer outra pessoa", desabafou.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Caminhos do sabor\' chega a Maceió

A gastronomia é um dos principais atrativos para a atividade turística. Pensando nisso, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes — Abrasel — em parceria com o Ministério do Turismo e o Sebrae, está desenvolvendo um programa intitulado ‘Caminhos do Sabor’. O programa está em fase de implantação em Maceió e já está em andamento em Maragogi, com o apoio da Secretaria de Estado Turismo.

De acordo com o presidente da Abrasel em Alagoas, Luiz Alberto Barbosa, o objetivo principal do programa é aumentar a competitividade do destino turístico a partir do estabelecimento de uma governança formada pelos empresários de Maceió, com visão de longo prazo.

“Queremos fomentar o desenvolvimento do setor de alimentação fora do lar gerando vantagens competitivas para o turismo, melhorando a capacitação profissional das empresas desse segmento, bem como dos seus gestores. Para isso, o primeiro passo é organizar o grupo gestor em Maceió, para, depois, iniciarmos ações para o benefício, também, do público consumidor”, afirma Luiz Alberto.

Todo o programa é aplicado sem qualquer custo para os empresários. A primeira reunião com empresários, entidades, a direção nacional da Abrasel e a Abrasel Alagoas ocorreu na sede da Setur, na última sexta, 30, para apresentação do projeto.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Associação Alagoana pede lei para regulamentar os crimes da imprensa

Laurentino Veiga acredita na volta da exigência do diploma

Embora tenha sido criada em 1967, na época da ditadura militar, a extinção da lei de imprensa, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em abril deste ano, abriu margem para a desregulamentação da profissão e ainda, para censura prévia.

Com o vácuo na legislação, acerca da responsabilidade do profissional diante da notícia, os crimes da imprensa passaram a ser regidos pelo Código Penal Brasileiro.

Com isso, a profissão ficou à mercê da subjetividade dos juízes. Mas, o projeto de Lei do deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ), defendido pela Associação Brasileira de Imprensa, contemplaria o direito de resposta e à informação sobre a privacidade individual, no caso de figuras públicas. Porém, a ampla publicidade de todos os atos dos servidores públicos, em qualquer nível seria uma das demandas da sociedade.

Em alguns Estados brasileiros jornais foram proibidos de divulgar reportagens sobre operações envolvendo parentes de figuras políticas, como o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

O promotor de Justiça Alexander Martins Matias, presidente do Ministério Público Democrático (MPD) afirmou que nesses casos, não caberia proteção total da privacidade, principalmente diante do gerenciamento de recursos.

 O presidente da Associação Alagoana de Imprensa (AAI), Laurentino Veiga afirmou que a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) se precipitou ao sugerir a extinção da lei de imprensa. Veiga ressaltou que apesar de ter sido criada durante a ditadura, ela disciplinava a atuação jornalística, que agora está sob a tutela genérica da Constituição Federal.

 

“O STF atendeu à aclamação da Fenaj, mas também acabou com o diploma. Com essa Pec poderá nascer uma nova lei, porque a imprensa brasileira deveria ser como a dos Estados Unidos, livre, ética e responsável. A nova lei precisa atribuir ao jornalista responsabilidade em relação ás fontes, que não podem ser reveladas. Mas, abusar e ofender a moral de alguém é sério, embora a liberdade de expressão não deve ser cerceada. A imprensa deve contribuir com as demandas da sociedade”, ressaltou Veiga.

Ele destacou que a imprensa surgiu para divulgar os fatos e não para denegrir as pessoas e que a proposta da nova lei ainda contém indícios da anterior.

“Com ela o diploma deve voltar porque é um retrocesso criar escolas de comunicação para depois fechá-las. O diploma não força ninguém a escrever com ética e não é passaporte para escrever certo, por isso aqueles que não têm formação também podem escrever em algums circunstâncias. Graciliano Ramos já dizia: A palavra não foi feita para enfeitar, brilhar como ouro falso; a palavra foi feita para dizer", afirmou Lauentino Veiga.
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Radiopatrulha vai receber novas viaturas

O Batalhão de Radiopatrulha vai receber na próxima terça-feira (3) doze novas viaturas que serão usadas no policiamento ostensivo de Maceió e cidades que fazem parte da região metropolitana.

Serão dez Nissan Frontier e duas Nissan X-Terra doadas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Além dos veículos, a Radio Patrulha receberá coletes balísticos, pistolas e carabinas ponto 40.

A solenidade de entrega das novas viaturas e equipamentos será feita pelo governador do Estado, Teotonio Vilela Filho.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

PM recebe novas viaturas e equipamentos

Serão entregues doze viaturas, coletes, armas e minuições

Nesta terça-feira, 3, a Polícia Militar de Alagoas recebe do governo do Estado novos equipamentos para o combate à criminalidade em Maceió.

Doze novas viaturas, sendo dez Nissan Frontier e duas Nissan X-Terra doadas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) serão entregues ao Batalhão de Radiopatrulha durante solenidade que contará com a presença do governador do Estado, Teotonio Vilela Filho.

Além dos veículos, a Radio Patrulha receberá coletes balísticos, pistolas e carabinas ponto 40.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Colisão entre ônibus deixa trânsito lento no Vergel

Um micro ônibus da empresa Veleiro, que faz  a linha Joaquim Leão/Feitosa colidiu na lateral de um ônibus da empresa Cidade de Maceió,  linha Forene Trapiche, por volta das 14:15 deste sábado, nas imediações do Papódromo, no bairro do Vergel do Lago.

Neste momento, o trânsito está lento no local e policiais do 1° Batalhão aguardam a chegada do Batalhão de trânsito (Bptran) para desviar os veículos que passavam pela pista.

O Corpo de Bombeiros esteve no local do acidente. Apesar do susto, os passageiros de ambos os veículos não ficaram feridos.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

CMTV: Acompanhe a estreia do Informativo Cesmac pela Internet

Programa será exibido aos sábados com reprise aos domingos pela primeira TV Online de Alagoas

Os telespectadores do Programa de TV do Cesmac (Centro de Ensino Superior de Maceió) agora terão uma oportunidade diferente. É que o Informativo Cesmac será exibido a partir de hoje (31) também pela Internet, aqui na CMTV.

Além de ser exibido em canais locais de TV aberta, o Cesmac está apostando na novidade que chegou para Alagoas. A CMTV, a primeira TV online do Estado.

Com isso, a parceria entre o grupo CadaMinuto e o Cesmac apostará na interação entre a televisão e a internet em um processo que alia técnicas, métodos e know how editoriais consagrados e consolidados pela mídia – nas formas impressa e audiovisual – aos recursos extraordinários da internet, na tentativa de produzir através de um meio híbrido e inédito um novo modelo de comunicação.

E como diferencial, você internauta poderá ainda assistir todos os programas do Cesmac após suas exibições. Eles estarão disponíveis nos arquivos da CMTV, para ser acompanhado por todos vocês.


Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Secretários da Agricultura vão à AMA pedir apoio aos prefeitos

Os secretários municipais de Agricultura participam de uma reunião na sede da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), na próxima terça-feira (3), a partir das 10h, para apresentar aos prefeitos o Fórum Alagoano de Secretários de Agricultura (Fasa), fundado no mês de julho durante encontro em Maceió, do qual participaram mais de 80 secretários.

Também participam da reunião o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, Jorge Dantas, superintendentes, gestores e técnicos da Seagri.

De acordo com Jorge Luis Tavares de Santana, secretário de Agricultura de Santana do Ipanema e presidente interino do Fasa, a intenção é apresentar a entidade aos prefeitos e conseguir deles o apoio necessário para a reestruturação das ações da pasta em cada município.

“Desde a fundação da entidade, tivemos o apoio constante da Secretaria Estadual de Agricultura, que já está nos orientando e colaborando para a reestruturação dos serviços de assistência técnica, extensão rural e atendimento aos agricultores, mas precisamos também do engajamento de cada prefeito para fortalecer as secretarias”, ressaltou Jorge Luis Tavares.

Sobre o Fórum — O Fórum Alagoano de Secretários de Agricultura (Fasa) foi lançado oficialmente no dia 6 de julho de 2009, pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), com a missão de agregar o apoio dos municípios na implementação dos programas voltados para a agricultura familiar.

Após o lançamento, foi criada uma diretoria provisória, que será substituída em novembro, quando será realizado um encontro com todos os secretários municipais de Agricultura para eleição da diretoria permanente, com mandato de dois anos, e aprovação do estatuto da entidade.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Expoagro abre mais cedo neste sábado e domingo

Neste sábado e domingo a partir das 10h, o Parque José da Silva Nogueira, Parque da Pecuária, já estará aberto para visitação. A antecipação do horário é em função do maior número de eventos que ocorrerá no final de semana de encerramento da 59ª Exposição Agropecuária e Produtos Derivados de Alagoas (Expoagro 2009).

E abrindo a programação deste sábado ocorrerá o 1º Concurso de Marcha Máquina Quente. Neste evento jumentos da raça Pêga irão apresentar toda desenvoltura absorvida nos treinamentos. Serão analisados além da melhor marcha, o entrosamento do animal com o montador e a qualidade genética.

Para avaliar todos esses quesitos o pecuarista Manuel Valente, promotor do evento, convidou o membro da Associação Brasileira de Jumentos Pêga, Reynaldo Zapala. O especialista e também criador participou ontem como jurado do Concurso de Marcha Patrão e já pode analisar a qualidade dos animais que participarão do 1º Leilão de Muares e Jumentos Pêga de Alagoas, marcado também para este sábado às 12h. O proprietário do animal vencedor levará para casa uma moto 0 km.

O leilão de Muares e Jumentos Pêga ocorrerá no novo tattersal de elite Ulisses Cansanção. Segundo a programação, ao meio dia será servido um almoço e logo mais às 13h será dado início ao remate. Pecuaristas de várias partes do Brasil já confirmaram presença.

O jumento Pêga é uma raça brasileira oriunda do cruzamento de jumentos egípcios e jumentos africanos. São utilizados tanto para trabalhos de força, no dia-dia do campo, quanto para passeios e concursos de marcha.
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Vara de Execuções recebe estagiários de Direito do Cesmac

Viabilizar o estágio de acadêmicos de Direito no Presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, da cidade de Arapiraca. Esse foi o objetivo do convênio firmado, no dia 22 de outubro, entre o Poder Judiciário alagoano, a vara de Execuções Penais, a Defensoria Pública e o Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac).

 

Através do núcleo de práticas jurídicas do Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac/Arapiraca), foram selecionados cinco estudantes de direito do 7º período para atuarem no presídio. Eles farão atendimento aos reeducandos com objetivo de identificar possíveis pendências em seus processos. Em seguida, regressam à Vara Criminal e atuam como auxiliares da Defensoria Pública.

 

O corregedor geral da justiça, desembargador José Carlos Malta Marques, esteve em Arapiraca para a assinatura do convênio. Ele ressaltou que a parceria vai proporcionar mais celeridade ao sistema carcerário local. O magistrado ainda destacou que além de contribuir com os trabalhos da justiça, através da análise da situação dos presos provisórios, o convênio vai garantir conhecimento aos acadêmicos.

 

O juiz Orlando Rocha Filho, presidente da 2ª Turma Recursal de Arapiraca, salientou a importância de contar com parceiros como Cesmac para as atividades do Judiciário e ainda falou sobre o apoio que tem recebido da Corregedoria Geral da Justiça. “A magistratura alagoana tem muito a agradecer ao corregedor, sempre aberto ao diálogo e disposto a vencer os desafios”, frisou, acrescentando: “A ideia é que os acadêmicos possam não apenas praticar os conhecimentos apreendidos em sala de aula como também contribuir para que haja maior celeridade no trâmite de processos criminais na comarca de Arapiraca”.

 

Entre os presentes na cerimônia de assinatura do convênio, o professor Paulo Lima e a coordenadora do núcleo de práticas jurídicas do Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac/Arapiraca), Valquíria Malta.
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Concurso Poesia em Cena está com as inscrições abertas

O concurso nacional literário “Poesia em Cena” está com as inscrições abertas até o dia 18 de dezembro e pretende premiar o talento literário de magistrados e servidores dos Tribunais de Justiça de todo o país. A iniciativa é da Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal) e visa, principalmente, fortalecer o diálogo entre o pensamento jurídico e as demais áreas do conhecimento, inclusive a arte.

“Nosso foco é aprimorar a formação humanística de todos que compões a magistratura” explicou José Márcio Passos, assessor cultural da Esmal.

O concurso prevê prêmios em dinheiro de até 5 mil reais e será disputado em duas etapas. A primeira será estadual, onde três textos serão selecionados por comissão julgadora para representar o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) na etapa nacional. Essa segunda etapa reunirá 15 poemas, sendo 12 dos Tribunais de Justiça de todo o país e os três vencedores do TJ/AL. Todos os 15 poemas que disputarão a etapa nacional e mais cinco escolhidos pela comissão integrarão uma revista que será distribuída em todo o país.

Além de 5 mil reais, o primeiro lugar receberá o Troféu Jorge de Lima, enquanto o segundo e o terceiro colocado receberão respectivamente 4 e 3 mil reais. Os poemas da etapa nacional serão interpretados por atores. Uma comissão julgará e o melhor intérprete ganhará 2 mil reais mais o Troféu Nega Fulô.

Interessados

Todos os servidores da Justiça podem participar e devem realizar suas inscrições na Assessoria Cultural da Esmal, que funciona de segunda à quinta-feira, das 13h às 20hs. Também será possível se inscrever pela internet, fazendo o download da ficha de inscrição e enviando para o e-mail do concurso: poesiaemcena@tj.al.gov.br ou por correspondência, enviando para o endereço da Esmal: Rua Cônego Machado, 1.061, bairro Farol, Maceió, CEP: 57.051-160.

São essenciais para a realização da inscrição cópias da carteira identidade, do CPF, do comprovante de residência e um documento que comprove ser servidor da Justiça. A inscrição é gratuita e cada candidato pode inscrever-se com até três poemas, porém assinados com pseudônimos, já que as páginas do poema não podem ser identificadas com o nome real do autor.