Cada Minuto

buscar

Maceió

assine RSS

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Governo e empresários aprovam projeto da cadeia produtiva do leite

Secretários do governo de Alagoas, representantes de instituições do setor produtivo, empresários de laticínios e produtores de leite aprovaram o projeto de fortalecimento da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados (CPLD). A definição foi realizada em reunião, na tarde desta terça-feira (22), na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística (Sedec).

O projeto, construído por todos os envolvidos na cadeia, contém objetivos específicos de aumentar a produtividade dos laticínios e fornecedores de leite de Alagoas; incentivar para que 90% das empresas criem mais um novo produto até 2012; aumentar o volume de leite nas compras governamentais em 30% ao ano, até 2012, entre outros.

Será investido um valor superior a R$ 4 milhões no projeto, com a disponibilização de recursos das secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Agricultura e da Comuncação, além do Sebrae Nacional e de Alagoas, Serviço de Aprendizagem Nacional da Indústria (Senai), Banco do Nordeste, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Sindicato das Indústrias de leite (Sileal) e o Sindicato dos Produtores de Leite (Sindleite). O projeto será gerenciado por um grupo de trabalho, formado por seis instituições.

Para o secretário do Desenvolvimento Econômico, Energia e Logística, Luiz Otavio Gomes, graças ao empenho de todos os técnicos das secretarias e das instituições, empresários e produtores de leite, “conseguimos o apoio do Sebrae Nacional para investimento na Cadeia Produtiva de Leite e Derivados, o que representa que o projeto está muito bom, pois o projeto contém objetivos específicos que beneficiam tanto industriais e produtores”. “Todos os recursos estão absolutamente assegurados. Vamos fazer uma ação semelhante à Cadeia Produtiva da Química e do Plástico (CPQP) e articular a vinda do presidente do Sebrae, Paulo Okamotto. O que estamos conseguindo só ocorre com o apoio de todo a estrutura do governo de Alagoas e o setor produtivo local.

O secretário-adjunto da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), José Marinho Júnior, confirmou o valor de R$ 900 mil com grande possibilidade de aumentar a participação para R$ 2,5 milhões, que beneficiará as áreas de melhoramento genético, nutrição de animal e gestão das pequenas propriedades trabalhadas no projeto da CPLD. José Marinho Júnior destacou a sintonia dentro do governo do Estado, onde a Seagri, a Sedec e a Secretaria da Fazenda (Sefaz) conseguiram avançar em áreas comuns por conta do “trabalho em sintonia”.

“É impressionante o que temos de ações em comum. A questão do leite, da cana ou de qualquer outro não vai adiante quando não trabalharmos juntos. O governador determinou o trabalho da Seagri baseado em três eixos: pecuária leiteira, piscicultura e ovinocaprinocultura. É um momento favorável, e os ventos estão soprando a favor de Alagoas”, disse Marinho Júnior.

Também comemorando os resultados das ações realizadas em parceria, o superintendente do Sebrae/Alagoas, Marcos Vieira, parabenizou a todos presentes a reunião, destacando a disposição do governo do Estado no esforço de fortalecer o setor de leite e derivados, “tão importante, mas que há um ano apresentava desânimo e seus empresários não acreditavam mais nas soluções, como a saída de Alagoas da Zona de Risco Desconhecida da aftosa”. Marcos Vieira também evidenciou que hoje os recursos para este projeto não é mais problema, pois o presidente do Sebrae Nacional afirmou que se houver projeto bom não faltará recursos. “O governo de Alagoas está de portas abertas para o setor produtivo, pois há uma união como eu nunca presenciei antes, nunca houve tanta abertura. Estamos estruturando o Estado para novos momentos. Projetos muito consistentes estão sendo feitos e todos irão sentir os resultados dessa união”, comemorou.

O produtor de leite e vice-presidente do Sindleite, Domício Silva, disse que Alagoas vive novo momento, com o envolvimento direto da Seagri, Sedec e Sebrae. “Por isso que temos avançado muito e iremos mais. Temos que andar juntos para avançar nesses desafios”.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Ciclista fica ferido em colisão com moto na AL 101 Norte

Um ciclista ficou ferido após colidir na manhã desta quarta-feira (23) com uma moto na rodovia estadual AL-101 Norte, em Riacho Doce. Ademário dos Santos trabalha numa padaria como entregador.

Devido o acidente, o trânsito na região ficou lento. O jovem foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, que foi até o local. Segundo testemunhas, o motoqueiro não teve culpa do acidente.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Bancários devem cruzar os braços a partir desta quinta-feira

Categoria pede reajuste salarial de 10%

Bancários de todo o país, em campanha salarial desde agosto, vão cruzar os braços a partir de quinta-feira, caso a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) não melhore a proposta de reajuste apresentada à categoria na semana passada.

Além de propor apenas a reposição da inflação (4,5%), contra 10% reivindicado pelos trabalhadores, a entidade patronal apresentou uma participação nos lucros inferior a de 2008 e não atendeu outros itens da pauta de reivindicações.

“Cobramos outra proposta dos bancos até quarta-feira. Se eles não avançarem, a greve nacional será deflagrada”, disse Edmundo Saldanha, presidente do Sindicato dos Bancários de Alagoas e membro do Comando Nacional dos Bancários. Segundo ele, a categoria tem assembléia marcada para a noite de quarta-feira, a partir das 18 horas, quando analisará a proposta da Fenaban e votará a paralisação nacional.

Para não pegar a população de surpresa, o Sindicato dos Bancários está circulando com carro de som nas ruas do Centro para avisar da greve geral. Um edital também foi publicado na imprensa convocando os bancários para a assembléia desta quarta-feira. “Lamentamos que seja necessário suspender os serviços mais uma vez. Infelizmente, essa é a única linguagem que os banqueiros entendem para negociar com seriedade e respeitar os trabalhadores”, acrescenta Edmundo.

De acordo com o Sindicato, os bancos têm plenas condições de atender as reivindicações da categoria. O setor continua obtendo altos lucros mesmo nos períodos de crise, como aconteceu entre setembro de 2008 e junho deste ano. “As cinco principais instituições financeiras (Bradesco, Itaú/Unibanco, Banco do Brasil, Santander e Caixa Econômica Federal) lucraram mais de R$ 14 bilhões no primeiro semestre de 2009, superando segmentos de grande produtividade na economia, como os de petróleo, gás, energia e mineração”.

Grande parte desse desempenho, destaca o Sindicato, foi fruto do trabalho dos bancários, que enfrentam pressões e assédio moral todos os dias para render cada vez mais para os bancos. Outra parte explorada, observa a entidade, são os clientes e usuários, obrigados a pagar tarifas cada vez mais caras e enfrentar grandes filas nas agências.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Regis lança ProJovem Trabalhador destacando conquistas do governo do Estado

O secretário de Estado do Trabalho de Alagoas, Regis Cavalcante, lançou, nesta terça-feira (22), com o prefeito Roney Valença, o ProJovem Trabalhador - Juventude Cidadã, no município de Tanque D’Arca.

 

O programa vai qualificar, profissionalmente, 50 alunos, que receberão, durante seis meses, uma bolsa no valor de R$ 100,00, além de lanche e material do curso. Participaram das solenidades a diretora de Qualificação Profissional da Secretaria do Trabalho, Rita Romeiro, e Ricardo Melo, representante da Organização Trajetória Mundial (OTM), que ministrará os cursos.

 

Regis Cavalcante destacou que o Estado de Alagoas precisa, cada vez mais, qualificar os jovens para garantir a empregabilidade, através de uma profissão ou do desenvolvimento de pequenos negócios. “O sucesso do ProJovem em Tanque D’Arca se deve à luta do governo Teotonio Vilela Filho, através da Secretaria do Trabalho e à disposição do prefeito Roney Valença para mudar a face do município, gerando oportunidade para os jovens”, declarou Regis.

 

“A felicidade é para todos ou não é felicidade”, disse o secretário do Trabalho, ressaltando os benefícios que o ProJovem está trazendo para Alagoas, a partir do seu efeito multiplicador, ao mesmo tempo em que retira os jovens da situação de vulnerabilidade em que se encontram.

 

Regis Cavalcante também destacou as obras que o governo Teotonio Vilela está implantando e que vão absorver grande quantidade de mão-de-obra qualificada, como as cinco empresas (duas de serviços e três da cadeia de plásticos) que serão inauguradas nesta sexta-feira (25), no distrito industrial do Tabuleiro do Martins.

 

O prefeito Roney Valença declarou que se sente muito orgulhoso de receber o ProJovem em Tanque D’Arca e enumerou as conquistas do seu município, conseguidas junto ao governo do Estado, com o apoio direto do secretário Regis Cavalcante. “Orgulho-me muito de fazer parte da coligação do meu partido, o PPS, com o governo Teotonio Vilela e sei que vamos conseguir muito mais para Tanque D’Arca”, declarou Roney Valença.


A solenidade foi encerrada com uma apresentação da banda da Associação Musical Independente Maestro Euclides Moreira, de Santa Luzia do Norte. Sob a regência do maestro Valdomiro do Nascimento, a banda executou números da MPB e do cancioneiro regional nordestino.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Prefeitura realiza uma rodada de consultas públicas

A Prefeitura de Maceió realiza, a partir de sábado (26), uma rodada inicial de consultas públicas, com o objetivo de estimular a sociedade a participar das discussões relativas ao Plano Integrado de Promoção ao Direito Humano à Segurança (Maceió Mais Segura).

Representantes de movimentos e grupos ligados a culturas populares vão ser os primeiros a participar da consulta, a partir das 15h, no auditório da Prefeitura de Maceió, em Jaraguá.

Para o dia 29, foi mantida a plenária com empresários ligados ao trade turístico, inicialmente marcada para o dia 15, mas adiada em função da apresentação da pesquisa do Pronasci, em Brasília. Prevista para as 17h, a consulta pública com esse segmento acontecerá no auditório do Hotel Ponta Verde.

Já os integrantes do movimento LGBTT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros) vão participar da consulta pública, na quinta-feira (1º), às 18h, no auditório da Secretaria de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania (Semdisc), localizada na Praça Sinimbu, 141, Centro.
Coordenadas pela Semdisc, as consultas públicas fazem parte da estratégia de trabalho do Grupo Interinstitucional, integrado por outras oito secretarias municipais.

O objetivo da consulta, segundo o secretário de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania, Pedro Montenegro, é envolver e integrar os órgãos públicos de diferentes setores na solução de problemas de segurança urbana.

“Queremos reforçar que a consulta é pública e, como tal, aberta a todos e todos que estiverem dispostos a contribuir para a promoção do direito humano à segurança em nossa cidade”, destacou Montenegro.

AGENDA DE CONSULTAS PÚBLICAS

Dia 26/9, sábado, 15 horas,
Consulta Pública/Culturas Populares
Local: Auditório da Prefeitura de Maceió/Jaraguá

Dia 29/9, terça-feira, 17 horas
Consulta Pública/Segmento do Turismo
Local: Auditório do Hotel Ponta Verde

Dia 1º/10, quinta-feira, 18 horas
Consulta Pública/LGBTT
Local: Auditório da Secretaria de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania (Semdisc)/Praça Sinimbu/Centro

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Sesau vai inspecionar serviços de hemodiálise em Alagoas

Técnicos da Vigilância Sanitária Estadual e do Laboratório Central de Alagoas (Lacen) se reuniram nesta terça-feira (22) para discutir sobre o diagnóstico que será feito em toda a rede de hemodiálise do Estado, que é composta por 11 unidades. A ação faz parte do trabalho de fiscalização realizado, semana passada, pela Vigilância Sanitária de Alagoas e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na clínica Chama de Arapiraca, que constatou irregularidades no Setor de Manipulação do Concentrado Polieletrolítico para Hemodiálise (CPHD).

Segundo o diretor da Vigilância Sanitária Estadual, Paulo Bezerra, o diagnóstico será feito em conjunto com a as vigilância sanitárias municipais de Maceió, Arapiraca e Palmeira dos Índios, municípios onde estão inseridas as 11 unidades da rede de hemodiálise de Alagoas. Depois serão feitas as inspeções de rotina para coleta de água para ser analisada pelos técnicos do Lacen.

“Nosso objetivo é que as unidades possam adequar os serviços de hemodiálise oferecidos à população conforme as normas vigentes para não colocar em risco a vida dos pacientes que sofrem de doenças renais e que se submetem a hemodiálise”, afirmou.
Hemodiálise - A hemodiálise é um procedimento que filtra o sangue. Através da hemodiálise são retiradas do sangue substâncias que quando em excesso trazem prejuízos ao corpo, como a uréia, potássio sódio e água.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Prefeito encaminha à Câmara projeto que cria comissão municipal

O prefeito Cícero Almeida já encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei que cria o Conselho Municipal de Economia Solidária de Maceió. No mesmo projeto, também é proposta a criação de políticas públicas voltadas para a geração de emprego e renda na capital.

Na mensagem encaminhada ao Legislativo, o prefeito Cícero Almeida justifica a necessidade da criação desse conselho, destacando que as políticas de economia solidária e geração de emprego e renda estão concentradas em âmbito estadual, e não municipal.

“A proposta surge da necessidade de se instituir, em nível local, a Política Municipal de Fomento à Economia Solidária, que objetiva desenvolver e fomentar empresas, cooperativas, associações, redes e empreendimentos de autogestão que compõem o setor da economia solidária, de forma a integrá-los ao mercado e a tornar suas atividades autosustentáveis, por meio de programas, projetos, parcerias e convênios com a iniciativa pública, privada e ONGs”, diz o texto da mensagem.

A criação do Conselho Municipal de Economia Solidária é mais uma etapa do processo de implantação de políticas públicas para o emprego em Maceió. A primeira delas, e talvez a principal, foi a criação da Secretaria Municipal de Economia Solidária e Qualificação Profissional (Semeq).

Outra foi a criação da Comissão Municipal de Emprego. A comissão será formada por até 18 membros, devendo contar com representação da área urbana e rural, em igual número, de trabalhadores, empregadores e pessoal do governo.

A Semeq deve ser a principal interlocutora entre as ações do município e a comissão, já que tem a responsabilidade de desenvolver as ações voltadas para a geração de emprego e renda.
Mais Notícias
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Semdisc ouve movimentos culturais, trade turístico e LGBTT

A Prefeitura de Maceió realiza, a partir de sábado (26), uma rodada inicial de consultas públicas, com o objetivo de estimular a sociedade a participar das discussões relativas ao Plano Integrado de Promoção ao Direito Humano à Segurança (Maceió Mais Segura).

Representantes de movimentos e grupos ligados a culturas populares vão ser os primeiros a participar da consulta, a partir das 15h, no auditório da Prefeitura de Maceió, em Jaraguá.

Para o dia 29, foi mantida a plenária com empresários ligados ao trade turístico, inicialmente marcada para o dia 15, mas adiada em função da apresentação da pesquisa do Pronasci, em Brasília. Prevista para as 17h, a consulta pública com esse segmento acontecerá no auditório do Hotel Ponta Verde.

Já os integrantes do movimento LGBTT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros) vão participar da consulta pública, na quinta-feira (1º), às 18h, no auditório da Secretaria de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania (Semdisc), localizada na Praça Sinimbu, 141, Centro.
Coordenadas pela Semdisc, as consultas públicas fazem parte da estratégia de trabalho do Grupo Interinstitucional, integrado por outras oito secretarias municipais.

O objetivo da consulta, segundo o secretário de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania, Pedro Montenegro, é envolver e integrar os órgãos públicos de diferentes setores na solução de problemas de segurança urbana.

“Queremos reforçar que a consulta é pública e, como tal, aberta a todos e todos que estiverem dispostos a contribuir para a promoção do direito humano à segurança em nossa cidade”, destacou Montenegro.

AGENDA DE CONSULTAS PÚBLICAS

Dia 26/9, sábado, 15 horas,
Consulta Pública/Culturas Populares
Local: Auditório da Prefeitura de Maceió/Jaraguá

Dia 29/9, terça-feira, 17 horas
Consulta Pública/Segmento do Turismo
Local: Auditório do Hotel Ponta Verde

Dia 1º/10, quinta-feira, 18 horas
Consulta Pública/LGBTT
Local: Auditório da Secretaria de Direitos Humanos, Segurança Comunitária e Cidadania (Semdisc)/Praça Sinimbu/Centro
Mais Notícias
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Comarhp realiza curso até sexta-feira

Rotina de Pessoal. Esse é o tema do curso oferecido pela Companhia Municipal de Administração, Recursos Humanos e Patrimômnio (Comarhp), que está sendo realizado até a próxima sexta-feira (25).

Iniciada na última Segunda (21), a capacitação é ministrada por Lieneide Raimundo da Silva, graduada em Ciências Contábeis, com especialização em Gestão de Pessoas e instrutora da JÁ Consultoria e Eventos Organizacionais.

Segundo Lieneide, o objetivo do curso é realizar trocas de experiências e acrescentar informações voltadas para o desenvolvimento e o bom desempenho das atividades laborais inerentes ao setor de pessoal, principalmente no que diz respeito ao regime celetista.

Na abertura do curso, o diretor financeiro da Companhia, Gaudino Moreira, ressaltou a necessidade desta realização, atendendo de forma específica às demandas da Comarhp e da Secretaria Municipal de Administração, Recursos Humanos e Patrimônio (Semarhp), devido ao conteúdo que será abordado durante o treinamento. Por fim, ele agradeceu a presença de todos.

O próximo curso será “Gestão Documental”, no período de 5 a 9 de outubro, das 14h às 18h, no auditório da Comarhp. Este curso será voltado para as funções laborais do protocolo e arquivo. Os interessados devem procurar o setor de Recursos Humanos do órgão em que se encontra lotado.
Mais Notícias
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Sempma já plantou 170.435 mudas em Maceió

A cada dia, a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) dá mais um passo em favor do reflorestamento da capital. O projeto “Maceió Mais Verde” realiza, diariamente, plantios em vários pontos da cidade, como vias públicas, condomínios, escolas, praças e residências.

Desde 2005, foram plantadas 170.435 mudas. Para um milhão delas – que é a quantidade almejada – faltam 829. 565.

E para incentivar a população, a Sempma já instalou placas informando quantas mudas foram plantadas e quantas faltam para a conquista da meta. “Nossa meta é melhorar o Índice de Área Verde de Maceió, e, felizmente, estamos conseguindo. Com isso, a cidade se tornará mais bonita e menos poluída”, frisou a coordenadora de Educação Ambiental da Sempma, Florência Matias.

Atualmente, técnicos da Sempma realizam plantios em vários pontos de Maceió. Benedito Bentes, Pontal da Barra, Jacarecica e Santa Lúcia são alguns deles.

A prioridade são as árvores frutíferas - por oferecerem mais segurança alimentar e nutricional - e para as espécies nativas da Mata Atlântica.

A meta do projeto é incentivar a preservação das árvores através de estratégias de sensibilização.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Semptur promoverá seminário no Dia Mundial do Turismo

Para celebrar o Dia Mundial de Turismo, 27 de setembro, a Secretaria Municipal de Promoção do Turismo, Indústria e Comércio (Semptur) promove, nesta sexta-feira (25), às 9h, no Hotel Porto da Praia, um seminário com órgãos da Prefeitura de Maceió para expor os projetos da Semptur aos empresários, estudantes, prestadores de serviço e aos parceiros do setor.

Segundo a assessora de projetos especiais da Semptur, Cláudia Paiva, para cada emprego formal gerado no turismo, outros dois indiretos são criados. “Um bom exemplo é o Hotel Radisson, que será inaugurado no final deste mês e vai gerar 100 empregos diretos, 90% de funcionários alagoanos. E a previsão é que, até 2010, a capital alagoana ganhe sete novos hotéis”, disse Paiva.

Ainda conforme Cláudia Paiva, o desenvolvimento do turismo não depende apenas das ações da Semptur, mas de todos os órgãos municipais ligados ao setor. O seminário será uma oportunidade para que as secretarias municipais de Turismo (Semptur), de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), de Infraestrutura e Urbanização (Seminfra), a Vigilância Sanitária Municipal (Visa), as superintendências municipais de Limpeza Urbana (Slum) e de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) apresentem as ações em prol do turismo, como a limpeza da orla, o ordenamento das piscinas naturais, ações de vigilância sanitária, entre outras.

“No Dia Mundial do Turismo, temos muita a festejar em Maceió, como a nova orla reurbanizada, a boa taxa de ocupação da rede hoteleira neste primeiro semestre e novos hotéis. A chegada da companhia aérea Azul, com dois vôos, e a promoção da capital alagoana nas feiras e eventos de turismo. A unidade com órgãos municipais, governo do Estado, e dos empresários colaboram para que Maceió seja, por exemplo, o terceiro destino mais vendido do Nordeste por uma grande operadora turística nacional”, disse Paiva.

DIA MUNDIAL DO TURISMO

LOCAL: Auditório do Hotel Porto da Praia - Rua Abdon Arroxelas, 128 – Ponta Verde
DATA: 25 de setembro
HORÁRIO: 9h

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Especialistas orientam municípios na elaboração do plano municipal

Gestores, técnicos e conselheiros dos municípios de Santana do Ipanema e Pão de Açúcar participam até esta terça-feira (22) à tarde da Capacitação para Elaboração do Plano Municipal de Assistência Social, que deve ficar pronto até o fim deste ano. O documento é uma exigência da Norma Operacional Básica NOB-Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e serve como um norteador das ações do município para o período de quatro anos, podendo ser ajustado sempre que necessário.

Os professores Virgílio Alfredo Santos e Maria do Rosário Sales, do Instituto de Estudos Especiais (IEE) da PUC/São Paulo estão orientando os participantes de Pão de Açúcar; além das doutoras em Serviço Social, Vânia Baptista e Maria Luíza Mestriner, de Santana do Ipanema. O público em geral vai aprender, durante os dois dias, sobre como traçar o diagnóstico dos seus municípios e construir seus planos.

De acordo com a doutora em Serviço Social, Maria do Rosário, a ideia é levar o município a sair do patamar das ações não planejadas e paliativas que muitas vezes não têm continuidade, para o planejamento e ações contínuas. “Os municípios precisam perceber que política de assistência social não deve ser uma política de governo, mas de Estado, para que possa ter continuidade”, destacou a especialista.

Ela salientou que a Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) de 1993, traz em seu artigo 30 que todo município tem de ter um conselho, um plano e um fundo, que ficou conhecido como CPF. Maria do Rosário disse ainda que o plano depois de pronto será encaminhado ao Conselho Municipal de Assistência Social para aprovação, e em seguida, acontecerá o acompanhamento do cumprimento das ações que constam dele.

Segundo Rosário, para nacionalizar a política de assistência social é imprescindível a construção dos planos municipais e estaduais.

Os professores vão orientar os participantes a conhecerem as suas realidades, fazer o diagnóstico, selecionar as prioridades e elaborarem o plano. “Daremos as ferramentas de monitoramento e avaliação do plano”, disse.

Em Santana do Ipanema, a discussão teve o mesmo teor com a condução das professoras Maria Luíza e Vânia Baptista. Os gestores, técnicos e assistentes sociais colocaram suas preocupações no que diz respeito a tornar o plano uma ferramenta prática e não apenas um documento que logo será arquivado.

“A política de assistência social será menos secundarizada quando os profissionais da área convencerem os prefeitos e vereadores da sua importância. Para tanto, tem de ter dados reais e embasamento teórico para persuadi-los. O plano é um excelente instrumento para este fim”, disse a professora Maria Luiza.

A secretária de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), Solange Jurema, reforçou que o plano deve ser cumprido e não apenas ser visto como uma peça burocrática.
“A assistência social de favor é perpetuação da pobreza, passando — com a implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) — passamos à política de direito”, acrescentou.

Solange Jurema se comprometeu em fazer articulação com os prefeitos, por meio da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), sobre a importância da construção do Plano Municipal de Assistência Social e o cumprimento dele.

As próximas oficinas regionais estão agendadas para os dias 24 e 25, em Palmeira dos Índios e Penedo, respectivamente.

Em Palmeira, estarão reunidos técnicos, gestores e conselheiros dos municípios de Estrela de Alagoas, Igaci, Belém, Tanque D Arca, Maribondo, Coité do Nóia, Taquarana, Craíbas, Arapiraca, Limoeiro de Anadia, Junqueiro, Girau do Ponciano e Lagoa da Canoa.

Em Penedo, estarão os de Anadia, Boca da Mata, Campo Alegre, São Miguel dos Campos, Roteiro, Jequiá da Praia, Teotonio Vilela, Coruripe, São Sebastião, Porto Rela do Colégio, Igreja Nova, Feliz Deserto, Piaçabuçu, Feira Grande, Traipu, Campo Grande, Olho DÁgua Grande e São Brás.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Conselho discute prevenção de acidentes e desvinculação de fundo

O Conselho Estadual de Defesa Civil realizou, na tarde desta segunda-feira, 22, uma reunião para discussão de melhorias e modificações de ações da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). O coordenador Estadual da Defesa Civil, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, cel Jadir Ferreira, contou com a presença do vice-governador do Estado, José Wanderley Neto, além de outros secretários de Estado.

O comandante-geral do CB, coronel Jadir Ferreira, iniciou a reunião citando dados comparativos das ações que são constantemente realizadas pela Defesa Civil Estadual. Entre eles, o número de enxurradas, distribuição de cestas básicas e kits abrigo desde 2005 até hoje e aproveitou a oportunidade para citar uma doação do Banco Bradesco de R$ 100 mil que serão revertidos em cestas básicas para serem distribuídas aos municípios alagoanos que foram afetados pelas fortes chuvas nos meses de maio, junho, julho e agosto.

Em seguida, a diretora de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Fabiana Carnaúba, explicou aos presentes sobre o convênio chamado de Projeto Finep, que fará, através de receptores instalados nas Coordenadorias Municipais de Defesa Civil dos 13 Municípios da Bacia do Rio Paraíba, a previsão do tempo, os alertas de chuvas e alagamentos, o balanço hídrico das cidades e ainda, saberá o aumento do nível do rio.

Segundo Fabiana, será possível saber, por exemplo, se irá chover muito ou pouco e por quanto tempo, de acordo com a quantidade de chuva que tenha ocorrido no primeiro município da bacia. Ela citou também a importância da parceria com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil que terão papel operacional no projeto.

Fundo - A coordenadoria ainda apreciou a proposta de modificação da Lei Estadual que visa o desmembramento do orçamento da Defesa Civil do orçamento do Corpo de Bombeiros.

O coronel Jadir Ferreira falou ainda da importância de poder utilizar o Fundo de Defesa Civil para a estruturação da Coordenadoria, tendo em vista que este fundo só pode ser usado em caso do Estado decretar estado de Calamidade Pública. Desta forma ele explicitou aspectos que podem ser mudados na lei estadual 6.171, de 31 de dezembro de 2000, que versa sobre esse assunto.

Foi discutida ainda, a criação da Comissão Estadual de prevenção, preparação e respostas rápidas aos acidentes e desastres.

O presidente do Conselho e os demais membros presentes mostraram seu apoio para os projetos e mudanças apresentados por Jadir Ferreira, e em breve será marcada outra reunião para finalização dos tópicos explanados.

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Ato irá cobrar apuração de acidente na Estação de Furado

Nesta quarta-feira (23), a partir das 6h30, o Sindicato Unificado dos Trabalhadores Petroleiros, Petroquímicos e Químicos de Alagoas e Sergipe – Sindipetro AL/SE realiza um ato público nas unidades da Petrobrás em Pilar e especialmente em São Miguel dos Campos, para relembrar um ano de morte de quatro trabalhadores depois de uma explosão na estação de tratamento de óleo de Furado, em São Miguel dos Campos. O acidente aconteceu em setembro do ano passado, quando um vazamento de gás em uma das válvulas de segurança da estação provocou explosão e incêndio, atingindo os operários Adeildo da Silva Santos, Miguel Ângelo Pereira Moisés, Adriano dos Santos e Eduardo Cabral Chagas que faziam serviço de manutenção na área.

A manifestação será precedida de um ato ecumênico em memória das vítimas desse episódio trágico, considerado o pior da história da Petrobrás em Alagoas. O ato contará com a presença dos parentes dos mortos e das famílias que residiam na Fazenda Conceição, onde fica localizada a Estação de Furado. As mais de 20 famílias que moravam no local foram despejadas pelo proprietário do terreno logo após o acidente e não receberam nenhuma assistência social e psicológica por parte da Petrobrás.

Durante a manifestação, o Sindipetro pretende cobrar a apuração rigorosa das causas do sinistro e o devido apoio às famílias das vítimas e moradores da região. “Até hoje a Petrobrás não demonstrou interesse de indenizar ninguém. Além do mais, a empresa que fala tanto em compromisso social, não prestou nenhum trabalho assistencial para cuidar de dezenas de crianças e adultos que ficaram traumatizados depois da explosão”, enfatizou o dirigente sindical Victor Bello.

Em meio à tristeza do fato ocorrido, o sindicato lembra que o momento também é de celebrar a conquista por moradia. Bello afirma que graças à pressão do Sindipetro e a intervenção do Ministério Público foi possível garantir que a Prefeitura de São Miguel dos Campos construísse casas populares para abrigar os moradores expulsos da fazenda Conceição.
 

Postado em por Redação em NotíciasMaceió

Saúde promove evento sobre violência doméstica e sexual contra mulheres

A violência doméstica e sexual contra mulheres e adolescentes será o tema do I seminário sobre Atenção as Mulheres e Adolescentes em Situação de Violência Doméstica e Sexual, que acontece nesta quinta-feira (24), a partir das 8h30, no hotel Matsubara. A iniciativa é promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com o Ministério da Saúde, e reunirá técnicos de dez municípios.

De acordo com a técnica Walkíria Taveiros, o encontro reunirá gestores ligados à saúde, educação, ação social, área jurídica e direitos humanos, com a finalidade de implantar uma rede de serviços nos municípios de União dos Palmares, Delmiro Gouveia, Arapiraca, Porto Calvo, São Miguel dos Campos, Penedo, Pão de Açúcar, Palmeira dos Índios, Viçosa e Santana do Ipanema. Os técnicos dessas cidades serão capacitados e servirão de referência no enfrentamento do problema.

Dentro da programação do evento haverá uma conferência com a participação da pediatra e psiquiatra Marília Freitas, de Belo Horizonte, sobre Atenção a Mulheres e Adolescentes em Situação de Violência Doméstica e Social. Em seguida, terá apresentação de peça teatral sobre violência com adolescentes do Hospital Universitário.

À tarde, as discussões prosseguem iniciando com uma mesa redonda com o tema “Desenvolvendo a Cultura de Paz”, com o obstetra Edson Ataíde, que falará sobre o trabalho desenvolvido na maternidade Santa Mônica. A psicóloga e terapeuta sexual Ana Cristina estará expondo sobre a Paz entre os Gêneros e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Alagoas (OAB/AL), Omar Coelho, irá falar sobre o tema “A Paz Social”. Marcelo Nascimento, membro do Conselho do Movimento Nacional dos Direitos Humanos, fará uma exposição sobre “A Paz na Diversidade Sexual”.